24 de setembro de 2021

Porta-helicóptero Izumo mais perto de empregar o F-35B

O plano japonês de usar os atuais destróieres multiuso da classe Izumo como base para aeronaves STOVL (Vertical/Short Take-Off and Landing) está progredindo rapidamente. A esperança da Japan Maritime Self-Defense Force - JMSDF (Marinha do Japão) é recuperar integralmente a capacidade de projetar força com porta-aviões, ausente desde o final da Segunda Guerra Mundial, já partir deste outubro desde ano, com os primeiros testes de mar DDH-183 Izumo.
25 de abril de 2022

Japão inicia a conversão do DDH Kaga para operar os F-35B

O plano japonês de usar os atuais dois Porta-helicópteros multiuso da classe Izumo como base para aeronaves STOVL (Vertical/Short Take-Off and Landing) está progredindo rapidamente. A Japan Maritime Self-Defense Force - JMSDF (Marinha do Japão) quer recuperar integralmente a capacidade de projetar força com porta-aviões, ausente desde o final da Segunda Guerra. Após converter o DDH 183 Izumo, é a vez do DDH 184 Kaga receber os preparativos para operar os F-35B
19 de agosto de 2022

Tempest e F-X terão fuselagem comum

O desenvolvimento conjunto de um caça de última geração para o Japão e o Reino Unido provavelmente envolverá uma estrutura da fuselagem comum. Os arranjos para integrar os planos de desenvolvimento estão em fase final. Os dois governos tomaram a decisão após concluir que o desenvolvimento conjunto de uma estrutura comum vai reduzir os custos, uma vez que os requisitos de desempenho tanto para a Japan Air Self-Defense Force (JASDF) quanto para a Royal Air Force (RAF) são quase idênticos.
24 de agosto de 2022

Japão vai adquirir mil mísseis balísticos

Segundo o jornal japonês Yomiuri, que cita fontes do governo japonês, Tóquio estuda a possibilidade de equipar suas forças de autodefesa com mais de mil mísseis de cruzeiro de longo alcance para defender seu território da China e da Coreia do Norte.
12 de dezembro de 2022

FCAS/FX: UK, Japão e Itália lançam o Global Combat Air Program

Em 9 de dezembro de 2022, os líderes do Japão, Itália e Reino Unido emitiram uma declaração conjunta anunciando uma cooperação para o desenvolvimento conjunto de um caça de 6ª geração pelos três países, denominado Global Combat Air Program (GCAP). O GCAP tem como base a unificação do programa ítalo-britânico FCAS Tempest e do japonês FX.